quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Feliz por nada

Feliz por nada é o título de uma das crônicas deste livro. E muito bem escolhido para representar a coletânea apresentada pela autora. Minha esposa recebeu este livro de presente e eu, metido, tomei o livro e devorei-o. Não de uma hora para outra, porque quem lê três livros ao mesmo tempo, não lê nada de supetão, mas depoucoempouco.

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Colunista Fotográfico de O Tabuleiro - C3BR

O blog C3BR está me proporcionando um espaço para expressar-me com a fotografia. Márcio Costa Pinho, administrador do blog, é um criador e gerenciador incansável do Xadrez. Jogo que é uma ferramenta presencial de desenvolvimento do pensamento por meio de caminhos (jogadas) a serem criados a cada embate.

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Se puede llorar piedras

Música de Homenagem a Picasso, gravado por Raimundo Fagner. Extraída de fita Kassete.
Quem me apresentou esta coletânea do Fagner foi meu amigo Reginaldo Geremias e ao gravar em vídeo quero homenageá-lo e claro, estragar a música.
Gosto dessa música porque ela descreve o cubismo, o bombardeio de Guernica, bem como Pablo Picasso e sua bela criação artística e sua vida de lágrimas de piedras.


Se puede llorar piedras.
Lágrimas como gotas de piedra.
Dientes que caen de los ojos
igual que si los ojos llorasen
dentaduras de piedra.
Nunca el dolor lloró tan gran dolor
lanzando goterones de piedra,dientes y muelas de dolor de piedra.
Rafael Alberti

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Movimentos Sociais e o Neo Peleguismo

Por Carlos Alberto Wendt


A pedido do amigo estou publicando seu texto nesse blog.


Os anos 1980 e os dois primeiros anos dos anos 1990 o Brasil experimentou uma de suas raras oportunidades de mobilização social e a ocupação do espaço público por trabalhadores, estudantes, donas de casa, desempregados e sem terra. Sentia-me um privilegiado e tinha certeza que iria conseguir legar um país melhor, mais justo, com homens públicos que tivessem como objetivo primeiro, a correção e a justiça social.


sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

A Técnica do Livro Segundo São Jerônimo

Comecei a ler este livro no início de 2010 e o terminei seis meses depois. Leio de forma espaçada, diga-se de passagem, bem espaçada. Entre esses espaços inicio outras leituras. A Técnica do Livro Segundo São Jerônimo, tese de doutoramento de Dom Paulo Evaristo Arns é mais que um relato da elaboração de um livro ou mesmo da organização da Vulgata. É a gênese do papel da tecnologia na transformação da transmissão de conhecimento.